• Facebook
  • Instagram

Atendimento

Email: contato@geracaosaudavel.com

Telefone: (21) 990633201

Prazo de entrega até 4 dias úteis

Políticas de trocas, devolução e reembolso, estão junto das descrições dos produtos

Forma de pagamento

Empresa: Viviane dos Reis Marques 07151792760 - GERAÇÃO SAUDÁVEL

Endereço: Rua Bernardo de Figueiredo, Penha - RJ

CNPJ: 32.835.669/0001-90

Prazo de entrega: até 4 dias úteis

©2023 por Geração Saudável.

Os grandes desafios do Veganismo

Atualizado: 5 de Abr de 2019

A reportagem foi feita pela BBC News Brasil.



A dificuldade dos veganos

Crescimento de veganos e vegetarianos


Segundo a revista BBC, o número de veganos e vegetarianos tem aumentado, principalmente por preocupações com a saúde e bem-estar dos animais e do meio ambiente.


Segundo o Ibope de 2018, 14% da população brasileira aderiu o vegetarianismo. Apontou também que 55% dos entrevistados disseram que consumiriam produtos veganos (Dieta sem nenhum derivado animal, como leites, ovos, mel e etc).


O apresentador Giles Yeo do programa da BBC confie em mim, sou médico, decidiu seguir a dieta vegana por 1 mês inteiro para checar os efeitos dessa alimentação em sua vida.


Grandes Desafios


Giles descobriu que existe uma dificuldade grande dificuldade de saber se realmente os produtos não tem nenhum derivado animal.

Outro grande desafio é substituir a carne, mas consumir as proteínas e ter uma alimentação rica em nutrientes importantes e indispensáveis, como a vitamina D, cálcio, ferro, ômega-3 e proteínas.

Porém, hoje em dia já existem muitos produtos para fazer essa substituição, como o leite de soja, para conseguir a vitamina D. Mas existe a necessidade de ir ao nutricionista para ver a necessidade de suplementos alimentares.

A falta de iodo também é comum, mas existem bastantes suplementos ricos em iodo.

Mas a maior dificuldade de todas é a vitamina B12. Existe a necessidade de consumir produtos fortificados para obter essa vitamina.


Mas o Veganismo é saudável?


Segundo estudos da Universidade de Florência, na itália, a resposta é sim! Porém, existem nuances.

Os acadêmicos compararam a saúde de pessoas vegetarianas e veganas com a de pessoas onívoras (quem come de tudo). Os vegetarianos e veganos tem menor incidência de câncer e problemas no coração, concluíram.

A incidência de câncer diminuiu cerca de 15% com a dieta vegana e 8% com a dieta vegetariana. Porém, a taxa de mortalidade é a mesma, ou seja, ser vegano ou vegetariano, não necessariamente aumenta a expectativa de vida.

Essa pesquisa não tem um alto padrão de metodologia, com isso, os pesquisadores afirmam que os veganos e vegetarianos normalmente tem mais cuidado com a própria saúde, o que pode dizer que a diferença nos dados não seja apenas da dieta.


Mas como foi o mês vegano do apresentador?

Ele perdeu quatro quilos, além de ganhar uma cintura mais fina e um colesterol que caiu 12%.

"Para mim, foi uma grata surpresa", disse o apresentador. "Não planejo me tornar totalmente vegano, mas a partir de agora pretendo não consumir produtos de origem animal por alguns dias do mês"

"Devo admitir que, no começo, foi um pouco estressante ser vegano" - complementa. "Mas depois de aprender algumas receitas, deu tudo certo no final. Para mim, a chave não é preparar versões veganas de pratos que eu normalmente faria, mas sim optar por receitas criadas para serem veganas", diz.


Para conferir na íntegra a matéria da BBC: https://www.bbc.com/portuguese/geral-45441882


#dicasdoblogdaGeração #consciênciacoletiva #informação #VemComAGente

5 visualizações